Comédia em Portugal

Um olhar sobre a Comédia em Portugal.

segunda-feira, Fevereiro 12, 2007

Hora H

O programa Hora H já está em marcha. O acordo foi ontem assinado entre o autor, Herman José, e director de programas da SIC, Francisco Penim. A partir de finais de Janeiro, e durante um ano, o humorista vai ter um espaço semanal (com dia a definir), de uma hora, para dar largas à sua criatividade.

"O Hora H será constituído por quadros humorísticos com Herman e companhia, com novas personagens e com novos maneirismos", resume o responsável da SIC. Mas o comediante quer ir mais longe a assume que vai "criar um formato polémico, catastrófico, que vai desafiar os poderes instituídos."

O acordo alcançado "em dez ou 15 minutos" fez com que Herman José deixasse de pensar na possibilidade de mudar de televisão. "Há dois anos estive em conversações com o Moniz, desta vez achei que não fazia sentido ter outro tipo de abordagem", relata. Já em relação à RTP, admite que sempre existiram "conversações informais e que seria uma bela hipótese para comemorar os 50 anos do canal público, caso a magia da SIC se tivesse quebrado", o que, pelos vistos, não aconteceu.

A pré-produção de Hora H, coordenada por Pedro Costa, subdirector da área de entretenimento, já começou e estão garantidos "os melhores cenários, as melhores pessoas e a melhor escrita" pelas Produções Fictícias, confirma Penim.

O elenco vai contar com a participação do grupo de actores que acompanha o humorista no Herman SIC. Mas o programa será também usado como "uma plataforma de talentos, porque para se manter o produto interessante não pode haver rotinas", assegura o autor.

As movimentações de actores devem-se também ao facto de alguns membros do elenco residente irem participar noutros projectos de ficção da estação, como Maria Rueff que irá integrar a novela Vingança.

O Hora H marca um ponto de viragem na carreira de Herman, que suspende o talk show Herman SIC a 17 de Dezembro com uma edição especial no circo, depois de sete anos no ar. "Já faltava originalidade", admite o apresentador, mas é um formato ao qual gostaria de voltar, porque, assume, está no limite de fazer "personagens novas e velhas" e não quer fingir que é novo. Assim, para Herman "a maneira mais feliz é fazer como o Jô Soares e assumir os cabelos brancos."

O primeiro programa já está delineado e "vai contar com a participação de Bárbara Guimarães no seu Páginas Soltas [ SIC Notícias] a pedir um livro favorito a Camões, que escolhe Paulo Coelho", revela Herman, rindo da sua própria irreverência.

1 Comments:

At 6:48 da tarde, Blogger Trepas said...

Ora aqui está o blog que me faltava encontrar. Falar do humor com seriedade. Gostei muito do que li. Não sei se já fizeste alguma abordagem a alguns blog de humor nacionais. se ainda não fizeste fica aqui a ideia!

já agora, se tiveres tempo dá um salto a :

conecom2bolas.blogspot.com

sempre bem vindo!

 

Enviar um comentário

<< Home